Maioria avalia travessia da balsa como péssima

Entre os dias 17 e 20 de novembro, um grupo coordenado pelo Instituto Ilhabela Sustentável realizou uma pesquisa de avaliação do serviço de travessia da balsa prestado pela DERSA, utilizando o aplicativo Monitorando a Cidade. A iniciativa integra a campanha #deolhonabalsa, que tem o objetivo de colaborar com a melhoria deste serviço, alvo de constantes críticas e reclamações por parte de turistas, veranistas, moradores, estudantes e trabalhadores dos municípios de Ilhabela e São Sebastião.

Os pesquisadores entrevistaram cerca de 650 pessoas, em horários alternados, nos dois sentidos da balsa, coletando informações sobre o sentido da travessia, tempo de espera para embarcar, tipo de transporte utilizado (automóvel, caminhão, bicicleta, pedestre, etc.), motivo da travessia (estudo, trabalho, turismo ou outros) e nível de satisfação do usuário com o serviço prestado pela DERSA. Eles também entregaram os cartões da campanha, convidando as pessoas a baixar o aplicativo em seus celulares.

No total, 941 avaliações foram feitas até o momento, sendo que 361 pessoas avaliaram o serviço da DERSA como péssimo, 226 como regular, 208 como ruim, 126 como bom e apenas 20 como ótimo. O tempo de espera mais citado foi entre 1:30 e 2:00 horas, e o principal motivo para a travessia foi o turismo.

Os resultados completos podem ser conferidos no link: https://goo.gl/TuVsNW

Os dados coletados vão consolidar indicadores de percepção dos usuários que servirão para a Prefeitura e a Câmara Municipal pressionarem o governo do Estado, para rechear o inquérito e eventual ação do Ministério Público contra a DERSA e para pautar reportagens da imprensa sobre o assunto.

 

Baixe você também o aplicativo e faça a sua avaliação:

Se você usa um iPhone visite https://goo.gl/tvVhtB

Se você usa um Android visite https://goo.gl/iXZWeK

Depois de instalar o app, clique no ícone e informe o número da campanha: 304-763.

 

Coleta de dados para ação cidadã – desenvolvido pelo Centro de Mídia Cívica do MIT (Massachusetts Institute of Technology), em parceria com o Co:Lab (USP) e com a Humanitas360, o Monitorando a Cidade é uma plataforma de monitoramento desenhada para ajudar comunidades, indivíduos e organizações da sociedade civil a monitorar compromissos do poder público e, desta forma, demandar uma maior responsabilidade cívica dos gestores e políticos. As ferramentas do Monitorando a Cidade ajudam cidadãos a identificar temas importantes que afetam sua vida cotidiana, a organizar campanhas locais de coleta de dados e a criar visualizações interessantes para promover transformações sociais positivas.

 

Escrever um comentário